Cristão Luterano
Bem-vindo Visitante!

IMPORTANTE! LEIA!

Faça seu cadastro e tenha liberdade para ler todos os tópicos do fórum Cristão Luterano. Aproveite o cadastro para conhecer e aprender.

_________________________
crscapixaba-admin
ADMINISTRADOR





Leia as CONDIÇÕES E REGRAS do Fórum:


Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» Jeremias 1.4-10
Ter Jan 29, 2013 5:23 pm por crscapixaba-admin

» Lucas 4.14-21
Ter Jan 29, 2013 5:15 pm por crscapixaba-admin

» 1 Coríntios 12.1-11
Ter Jan 29, 2013 5:12 pm por crscapixaba-admin

» Lucas 2.15-21
Ter Jan 29, 2013 4:58 pm por crscapixaba-admin

» Lucas 3.15-17, 21-22
Ter Jan 29, 2013 4:44 pm por crscapixaba-admin

» Sofonias 3.14-20
Sex Dez 14, 2012 9:26 am por crscapixaba-admin

» 1 Tessalonicenses 3.9-13
Qua Nov 28, 2012 9:32 am por crscapixaba-admin

» Marcos 13.1-8
Ter Nov 20, 2012 10:05 am por crscapixaba-admin

» 1 Reis 17.8-16
Sex Nov 09, 2012 4:02 pm por crscapixaba-admin

Tópicos mais ativos

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 16 em Sab Mar 30, 2013 10:02 am

1 TIMÓTEO 2.15 - prédica DIA DAS MÃES

Ir em baixo

1 TIMÓTEO 2.15 - prédica DIA DAS MÃES

Mensagem por crscapixaba-admin em Qui Abr 21, 2011 10:50 pm






DIA DAS MÃES – 1ª TIMÓTEO 2.15

“A mulher será preservada através de sua missão de mãe, se permanecer em fé, amor e santificação". – 1ª Timóteo 2.15

Querida comunidade, queridas mães!

Falar de mãe é referir-se àquela que se dedica aos seus filhos e os defende com todas as suas forças. Quem não se lembra daquela mãe que, sem saber nadar, se atirou num fosso cheio de água para salvar seu filho?
Temos dificuldade para compreender e aceitar a atitude de uma mãe que rejeita o seu filho. Ficamos horrorizados com aquela mãe que, em 2007, atirou seu filho recém-nascido na Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte. Ficamos revoltados com aquela mãe que atirou a enteada pela janela, em são Paulo. Diariamente, bebês são largados em sacolas à porta de hospitais...
Aceitamos como normal quando existe uma atitude de amor e de sacrifício das mães pelos seus filhos. Aceitamos como normal homenagear as mães num dia como hoje e ver os gestos agradecidos dos filhos.
O costume do “Dia das Mães” é muito antigo. Porém, como feriado fixo no segundo domingo de maio, a data foi oficializada nos Estados Unidos, em 1914. No Brasil, o primeiro Dia das Mães foi comemorado no dia 12 de maio de 1918, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, e oficializado por decreto do presidente Getúlio Vargas, em 1932. Nesse meio tempo, o Dia das Mães adquiriu um forte caráter comercial. A essência da data vai perdendo espaço para as exigências do comércio, que dita o que deve ser comprado para as mães.

Nesta celebração de Dia das Mães, queremos prestar nossa homenagem a todas as mães desta Comunidade através de uma palavra bíblica, que encontramos em 1ª Timóteo 2.15 e que fala da importante missão que Deus deu às mães:
LEITURA DE 1ª TIMÓTEO 2.15
O texto bíblico aponta para três importantes qualidades das mães cristãs: fé, amor e santificação.
Estas qualidades, ou jeitos de agir, apontam para a mulher na sua função de mãe. Este jeito de ser das mães tem influência direta e fundamental sobre o comportamento e o jeito de ser de seus filhos. Afinal, são as mães que passam a maior parte do tempo ao lado de seus filhos. Por isso mesmo, Deus concede tais qualidades às mães cristãs para que pratiquem a importante missão de conduzir seus filhos nos caminhos do Senhor.

A primeira qualidade é a fé
Tomemos como referência o próprio Timóteo, para quem o Apóstolo Paulo escreve a carta de onde tiramos o texto bílbico de nossa mensagem. Em 2ª Timóteo 1.5 está escrito: “Lembro da sua fé sincera, a mesma fé que sua avó Lóide e a sua mãe Eunice tinham. E tenho certeza de que é a mesma fé que você tem”. Timóteo, este importante colaborador do apóstolo Paulo, adquiriu sua fé a a firmeza na mesma através de sua mãe, Eunice, a qual, por sua vez, chegou à fé através da mãe dela, Lóide. Vejam o quanto estas duas mães foram usadas por Deus para realizar tão grande obra de fé na edificação das pessoas e das comunidades.
Todos nós e, em especial, as mães, temos este compromisso de falar de nossa fé aos nossos filhos. Em Deuteronômio 6.6-7 está escrito: “Guardem sempre no coração estas palavras que eu lhes estou dando, diz o Senhor, e não deixem de ensiná-las aos seus filhos. Repitam estes ensinamentos em casa e fora de casa, quando se deitarem e quando se levantarem...”
O processo de repassar a fé aos nossos filhos, portanto, é uma tarefa que precisa ser cumprida em cada momento de nossa vida. Não podemos negligenciar essa missão dada por Deus. Ela não é algo só para a hora do culto; não é algo só para o tempo do culto Infantil e do Ensino Confirmatório. A fé precisa estar presente em todos os momentos de nossa vida, para que relamente possa orientar e marcar a vida de nossos filhos. Para tanto, precisamos estar atentos e interessados no crescimento e na educação deles. Deus nos chama para estarmos presentes na vida de nossos filhos, falando da nossa fé, ensinando-os dia e noite, em diversas situações e de diversas maneiras.

A segunda qualidade é o amor.
Há situações na vida que os filhos exigem todo o nosso esforço e sacrifício. Só Deus pode nos concedar tanta força. Por isso, você que é mãe, precisa dessa proximidade de Deus em sua vida para que tenha forças suficientes paras amar seus filhos.
Amar um bebê é mais fácil. Amar um adolescente revoltado, que diz que nos odeia, exige muita força no amor. Amar os filhos significa querer bem e permanecer ao seu lado nos momentos e situações difíceis. Quantas vezes os pais descobrem que seus filhos estão trilhando por caminhos errados, que falharam. Justamente nesses momentos e nessas situações, os filhos necessitam do amor de seus pais. Às vezes, é a única esperança na qual ainda conseguem se agarrar. O que nos dá forças para amar nossos filhos em qualquer situação, é o nosso relacionamento pessoal com Deus. E sentir-nos amados por Deus e corresponder a esse amor. É na Palavra de Deus e na oração que recebemos tal força da qual precisamos para amar verdadeiramente nossos filhos, do jeito como Deus quer que os amemos.
Com certeza, tanto amor não cairá no vazio. Em algum ponto, lugar ou momento, os filhos irão compreender e corresponder a este amor. Se queremos que nossos filhos cresçam em amor, devemos amá-los Assim como Deus nos ama em Cristo!

A terceira qualidade é a santificação.
A palavra santificação também pode ser traduzida por dedicação a Deus, estar separada para Deus.
Hoje em dia, por causa da necessidade da mulher também trabalhar fora de casa para poder juntar o suficiente para sustentar a família, os filhos acabam ficando aos cuidados de terceiros: escola, creche, babá, etc. Por isso, é um grande desafio aos pais encontrar tempo e espaço para se dedicarem à educação e criação de seus filhos. Se os pais não fizerem isso, quem o fará? A televisão? A escola? A rua?
Por isso, queridos pais, em especial as mães, é preciso separar tempo e espaço para Deus em nossa vida. Isso quer dizer viver uma vida santificada. Só assim encontraremos tempo e espaço também para os nossos filhos. Dedicando-nos a eles e criando-os nos caminhos do Senhor.
A mulher será preservada através de sua missão de mãe, se permanecer na fé, no amor e na santificação !
Que Deus abençoe todas as mamães!
Amém

Preparado e adaptado por P. Geraldo Graf – maio 2007
avatar
crscapixaba-admin
Admin

Masculino Pontos : 1051
Reputação : 0
Data de nascimento* : 17/06/1986
Data de inscrição : 16/03/2011
Idade : 32
Residência* Residência* : Jaraguá do Sul - SC

http://cristaoluterano.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum