Cristão Luterano
Bem-vindo Visitante!

IMPORTANTE! LEIA!

Faça seu cadastro e tenha liberdade para ler todos os tópicos do fórum Cristão Luterano. Aproveite o cadastro para conhecer e aprender.

_________________________
crscapixaba-admin
ADMINISTRADOR





Leia as CONDIÇÕES E REGRAS do Fórum:


Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» Jeremias 1.4-10
Ter Jan 29, 2013 6:23 pm por crscapixaba-admin

» Lucas 4.14-21
Ter Jan 29, 2013 6:15 pm por crscapixaba-admin

» 1 Coríntios 12.1-11
Ter Jan 29, 2013 6:12 pm por crscapixaba-admin

» Lucas 2.15-21
Ter Jan 29, 2013 5:58 pm por crscapixaba-admin

» Lucas 3.15-17, 21-22
Ter Jan 29, 2013 5:44 pm por crscapixaba-admin

» Sofonias 3.14-20
Sex Dez 14, 2012 10:26 am por crscapixaba-admin

» 1 Tessalonicenses 3.9-13
Qua Nov 28, 2012 10:32 am por crscapixaba-admin

» Marcos 13.1-8
Ter Nov 20, 2012 11:05 am por crscapixaba-admin

» 1 Reis 17.8-16
Sex Nov 09, 2012 5:02 pm por crscapixaba-admin

Tópicos mais ativos

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 16 em Sab Mar 30, 2013 10:02 am

Mateus 1.18-24

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mateus 1.18-24

Mensagem por crscapixaba-admin em Qua Mar 16, 2011 9:51 pm

Mt 1.18-24
Leituras: Isaías 7.10-14; Romanos 1.1-7.

Prezada comunidade!
Inicio a reflexão de hoje com duas historinhas/contos.

Por favor! Por favor! Disse o peixe do mar a outro peixe. Você que deve ter mais experiência talvez possa ajudar-me ... Então me diga: onde posso encontrar a coisa imensa que chamam de oceano? Em toda parte eu o venho buscando sem sucesso.
Mas é precisamente no oceano que você está nadando, disse o outro.
Oh ... isso? Mas é pura e simplesmente água! Disse o peixe mais jovem. Eu procuro é o grande o-ceano!
E lá se foi nadando muito desapontado, a buscar outra parte.

O homem veio ter com o mestre, vestido com roupas do sanyasi e foi, também, na língua deles que falou: ‘Há muitos anos que ando em busca de Deus. Deixei minha casa e o procurei em todos os lugares onde dizem que ele está: nos cumes das montanhas, no coração do deserto, no silêncio dos mosteiros e nas favelas dos pobres’.
E você o encontrou? Perguntou o mestre.
Seria orgulho meu e falsidade se dissesse que sim. Não, não o encontrei. E você, mestre? Que lhe podia o mestre responder? O sol da tarde entrava pela janela do quarto com raios dourados. Lá fora, mi-lhares de pardais, na copa de uma árvore, faziam uma algazarra alegre e enorme. Ouvia-se, ao longe, na auto-estrada, o barulho de tráfego. Um mosquito zumbia junto ao ouvido do mestre, avisando-o de que já estava para picá-lo. Entretanto, o bom homem, permaneceu lá sentado e disse que não havia encontrado Deus e que continuava ainda procurando-o.
O visitante deixou o quarto do mestre desiludido e saiu para procurar em outra parte.

Pois é, peixinho do mar, pare de procurar. Não há nada a buscar só com os olhos da face. Pare um pouco e abra os seus olhos inteiros. Abra-os bem: com eles é impossível não descobrir!

Prezada comunidade!
Hoje temos um culto muito especial. Celebramos o nascimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
O texto para a reflexão no dia de hoje nós o encontramos em Mt 1.18-24 (ler o texto).
1 – Vemos que Jesus foi concebido pelo poder do Ensino Confirmatório e é filho de uma mulher. Isso nos diz muito porque revela a natureza de Cristo. Ele é divino e humano, ou seja, Jesus é Deus en-carnado, um Deus que não ficou e que não está somente no céu, distante da realidade concreta, distante do ser humano, mas que sim foi um ser humano. E isso é tão importante para nós como cristãos que cre-mos em Jesus Cristo como nosso Senhor, pois nos ensina que cremos num Deus que nos entende como seres humanos, pois viveu toda a nossa realidade humana.
Que bom para nós isso, não é mesmo? Podemos desabafar com Cristo porque podemos ter certeza de que ele nos escuta e nos entende, pois sabe o que é ser humano. E esse época de natal é ótima para tomarmos consciência dessa humanidade de Jesus Cristo.
2 – Outro aspecto bonito do texto é como mostra José, o pai adotivo de Jesus. O texto o mostra como um homem muito bom, porque pela lei Maria poderia ser condenada diante de um tribunal. Mas José não a condenou. Ele a aceitou e amor, como amou também a Jesus, o filho de Maria.
José era descendente do grande rei Davi. Davi foi o maior rei que Israel já teve, pois foi em seu tempo que Judá e Israel se uniram para formar o grande estado de Israel.
Os judeus esperavam um grande Messias, descendente de Davi, com poder, força, que entraria em Jerusalém montado em um cavalo – símbolo de força. Mais não! Deus o enviou humilde, frágil, pobre, filho de uma mulher simples.
(o nome de Jesus significa: o Deus eterno salva).
3 – Um terceiro aspecto bonito do texto é que mostra Jesus como o cumprimento das promessas do Antigo Testamento. Já os profetas anunciavam a vinda de Jesus. E com o natal se cumpre essa promessa.
As promessas diziam que o Messias ia nascer de uma jovem virgem (Is 7). Jesus é concebido pelo Espírito Santo e nasce de uma virgem. Isso mostra que Jesus nasceu puro, sem pecado. A virgindade de Maria mostra o poder de Deus, é mistério de Deus.
4 – A época do natal é também uma época de presentes. Infelizmente uma sociedade que é consu-mista demais tira muito o verdadeiro sentido do natal, que é Jesus Cristo. Ele é o centro do natal. Não podemos esquecer que em Jesus Cristo Deus se dá a si mesmo como presente à humanidade, e instaura para sempre a presença do seu amor. Jesus é um presente de Deus para a humanidade, para todos nós.
5 – E como último ponto quero falar da palavra Emanuel, que significa: Deus está conosco. Jesus é esse Emanuel.
Mateus, no seu evangelho, praticamente o começa com Emanuel, em 1.23 e o termina com Emanu-el, em 28.20. Esse Deus conosco perpassa todo o evangelho. E isso quer passar para nós uma mensagem muito profunda: quer mostrar-nos que Cristo nunca nos abandona que ele está sempre conosco, presente no nosso mundo e em nossa vida. Natal é tempo de saber que Cristo, que Deus está sempre conosco.
Como o grande peixe da nossa historinha nos mostra, não necessitamos buscar tanto, porque Cristo – Deus já está conosco, envolvendo-nos com a sua presença constante em nossa vida. Somente necessi-tamos muita fé para abrirmos os nossos olhos e ver. Deus está conosco!
Que Deus nos ajude a vivenciarmos tudo isso neste nosso natal! Amém.

P. Simão Schreiber.

crscapixaba-admin
Admin

Masculino Pontos: 1051
Reputação: 0
Data de nascimento*: 17/06/1986
Data de inscrição: 16/03/2011
Idade: 27
Residência* Residência*: Jaraguá do Sul - SC

http://cristaoluterano.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum