Cristão Luterano
Bem-vindo Visitante!

IMPORTANTE! LEIA!

Faça seu cadastro e tenha liberdade para ler todos os tópicos do fórum Cristão Luterano. Aproveite o cadastro para conhecer e aprender.

_________________________
crscapixaba-admin
ADMINISTRADOR





Leia as CONDIÇÕES E REGRAS do Fórum:


Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» Jeremias 1.4-10
Ter Jan 29, 2013 5:23 pm por crscapixaba-admin

» Lucas 4.14-21
Ter Jan 29, 2013 5:15 pm por crscapixaba-admin

» 1 Coríntios 12.1-11
Ter Jan 29, 2013 5:12 pm por crscapixaba-admin

» Lucas 2.15-21
Ter Jan 29, 2013 4:58 pm por crscapixaba-admin

» Lucas 3.15-17, 21-22
Ter Jan 29, 2013 4:44 pm por crscapixaba-admin

» Sofonias 3.14-20
Sex Dez 14, 2012 9:26 am por crscapixaba-admin

» 1 Tessalonicenses 3.9-13
Qua Nov 28, 2012 9:32 am por crscapixaba-admin

» Marcos 13.1-8
Ter Nov 20, 2012 10:05 am por crscapixaba-admin

» 1 Reis 17.8-16
Sex Nov 09, 2012 4:02 pm por crscapixaba-admin

Tópicos mais ativos

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 16 em Sab Mar 30, 2013 10:02 am

Efésios 4.10 - Ascensão de Jesus

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Efésios 4.10 - Ascensão de Jesus

Mensagem por crscapixaba-admin em Sex Mar 25, 2011 10:39 am





Efésios 4.10


7º Domingo de Páscoa, 20.05.2007
Horst R. Kuchenbecker
A ASCENSÃO DE JESUS



Efésios 4.10: "Aquele que desceu é também o mesmo que subiu acima de todos os céus, para encher todas as coisas".

Quinta-feira passada a cristandade celebrou o dia da Ascensão de Jesus Cristo. Esta ascensão de Cristo, sua subida ao céu, queremos contemplar ainda hoje mais um pouco.
A ascensão de Cristo foi algo grandioso e majestoso. É o dia da coroação de Jesus como Rei dos reis, Senhor dos senhores. É o dia em que ele assumiu o seu reino, subiu ao seu trono para governar céu e terra. Como lemos no salmo: "Disse o SENHOR ao meu senhor: Assenta-te à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos debaixo dos teus pés" (Salmo 110:1 RA).
Por isso, este dia é um dia de grande júbilo para toda a cristandade, no qual cada pessoa, batizada em nome de Jesus, jubila e triunfa. Um júbilo que nos acompanha ao longo de nossa vida, até passarmos do crer para o ver.
Vale à pena relembrar como já os fiéis do Antigo Testamento, mesmo em meio ao sofrimento, recordavam as profecias do triunfo e da ascensão do Messias; e, então, irrompiam em júbilo, conforme lemos nos salmos: "Batei palmas, todos os povos; celebrai a Deus com vozes de júbilo. Pois o SENHOR Altíssimo é tremendo, é o grande rei de toda a terra" (Salmos 47.1-2 RA). "Reinos da terra, cantai a Deus, salmodiai ao Senhor, àquele que encima os céus, os céus da antiguidade; eis que ele faz ouvir a sua voz, voz poderosa" (Salmos 68.32-33 RA).
Se Israel já se alegrava tanto na ascensão futura de Cristo, quanto mais nós. Pois a ascensão de Jesus Cristo é um firme fundamento para nossa fé, que nos faz triunfar e jubilar diariamente.
I - A Ascensão de Jesus, o firme fundamento para nossa fé.
Pela queda dos homens em pecado, todos se tornaram pecadores, escravos de Satanás, réus da eterna condenação. Destes três inimigos: pecado, morte e Satanás, nenhuma sabedoria, poder ou força humana pode nos libertar. Nascemos em pecado, escravos de Satanás e réus da eterna condenação.
Mas Deus, em seu infindo e eterno amor à humanidade caída, enviou o seu unigênito Filho, Jesus Cristo, para salvar a humanidade. Jesus aceitou voluntariamente esta incumbência.
Ele desceu da glória celestial. Humilhou-se profundamente; e, como substituto de toda a humanidade, cumpriu a lei, tomou sobre si a culpa de toda a humanidade e entrou com ela na morte. Desta forma reconciliou a humanidade com Deus.
Ressurgiu vitorioso no dia da Páscoa e disse a seus discípulos: "Paz seja convosco". Ele nos adquiriu a verdadeira paz. "Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize"(João 14.27 RA).
Agora faltava só uma coisa: subir ao céu e ser empossado como Rei dos reis e Senhor dos senhores. Tomar o cetro do seu poder em suas mãos. Isto aconteceu no dia da Ascensão. Neste dia cumpriu-se a profecia do Salmo 2: "Eu, porém, constituí o meu Rei sobre o meu santo monte Sião ... Pede-me, e eu te darei as nações por herança e as extremidades da terra por tua possessão" (Salmos 2.8 RA).
Este fato tem um alto significado para todos nós. Jesus é o precursor da humanidade.
Uma ilustração deste fato é a história de Davi e Golias. Assim como Davi derrotou a Golias, e com isto todo o Israel foi liberdade da escravidão e da opressão dos filisteus, assim a vitória de Jesus e sua subida ao céu trouxeram libertação ao povo de Deus.
Todo aquele que crê em Cristo, tem agora perdão, vida e eterna salvação; sim, a esperança certa da vida eterna. Lemos no Salmo 68: "Subiste às alturas, levaste cativo o cativeiro; recebeste homens por dádivas, até mesmo rebeldes, para que o SENHOR Deus habite no meio deles" (Salmos 68.18 RA).
Ele levou cativo o cativeiro, nossos inimigos, dando-nos libertação. Por isso o apóstolo Paulo jubila e escreve: "Mas Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou, e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo - pela graça sois salvos; e, juntamente com ele, nos ressuscitou, e nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus" (Efésios 2.4-6 RA).
Assim, como toda a pessoa que se arrepende e crê em Cristo é perdoada, declarada justo, e ressuscitada com Cristo, também já é herdeiro do céu; nele, senhores sobre nossos inimigos, assim tudo é nosso, se crermos de coração.
Vede, à base desta verdade, a ascensão de Jesus nos é um firme fundamento para a fé.
Ao sermos tentados pelos pecados, lembrando a ascensão podemos dizer: O pecado foi vencido, ele não pode mais me amedrontar.
Se fraquejarmos na fé, podemos invocar a Cristo e suplicar por perdão e fortalecimento.
Se a lei nos acusa, podemos dizer: foste cumprida, não tens mais direito de me acusar.
Se a morte nos amedronta, podemos responder: foste vencida e precisas servir-me de porta para o céu.
II - Cristo, presente, ao lado dos fiéis.
A ascensão nos lembra também a graciosa presença de Cristo em sua comunidade.
Muitos julgam que, tendo Jesus subido aos céus, ele se ausentou daqui. Alguns acham que ele subiu só como Elias.
Precisamos olhar para alguns detalhes da Ascensão de Jesus. O apóstolo Paulo afirma: "Aquele que desceu é também o mesmo que subiu acima de todos os céus, para encher todas as coisas" (Efésios 4.10 RA).
Quem seria capaz de compreender isto? O que é o céu? Onde fica? Como é? Não podemos compreender. Aqui a razão precisa silenciar. Só podemos crer o que a Escritura nos diz.
Em Hebreus 8 lemos: "Ora, o essencial das coisas que temos dito é que possuímos tal sumo sacerdote, que se assentou à destra do trono da Majestade nos céus, como ministro do santuário e do verdadeiro tabernáculo que o Senhor erigiu, não o homem" (Hebreus 8.1-2 RA).
O que significa à direita de Deus? Onde está Deus? Deus está em toda a parte. A destra de Deus significa que Deus lhe conferiu todo o poder e todo o governo.
Ele, como Rei: domina poderosamente sobre todas as coisas e ninguém lhe pode resistir; ele governa com graça a sua igreja (esta graça é resistível); e reina com glória aos que estão com ele.
O apóstolo Paulo ainda escreve: "Qual a suprema grandeza do seu poder para com os que cremos, segundo a eficácia da força do seu poder; o qual ele exerceu em Cristo, ressuscitando-o dentre os mortos e fazendo-o sentar à sua direita nos lugares celestiais, acima de todo principado, e potestade, e poder, e domínio, e de todo nome que se possa referir, não só no presente século, mas também no vindouro. E pôs todas as coisas debaixo dos pés, e para ser o cabeça sobre todas as coisas, o deu à igreja, a qual é o seu corpo, a plenitude daquele que a tudo enche em todas as coisas" (Efésios 1.19-23 RA).
Tudo isto não é dito somente de sua natureza divina, mas também de sua natureza humana, pois é um só Cristo. Jesus enche o céu e a terra, como verdadeiro Deus e verdadeiro homem, nosso irmão na carne. Por isso ele disse: "E eis que estou convosco todos os dias até a consumação do século" (Mateus 28.20 RA).
Que profundo consolo para todos nós. A ele podemos recorrer em oração. Ele vem a nós por sua palavra e, de forma bem especial, no sacramento da santa ceia.
Que conforto na aflição, na tentação, na dor, na morte. Por isso jubilamos dizendo com as palavras de Apocalipse 7: "E clamavam em grande voz, dizendo: Ao nosso Deus, que se assenta no trono, e ao Cordeiro, pertence a salvação. Todos os anjos estavam de pé rodeando o trono, os anciãos e os quatro seres viventes, e ante o trono se prostraram sobre o seu rosto, e adoraram a Deus, dizendo: Amém! O louvor, e a glória, e a sabedoria, e as ações de graças, e a honra, e o poder, e a força sejam ao nosso Deus, pelos séculos dos séculos. Amém!" (Apocalipse 7.10-12).
Amém, assim seja! Amém.


Horst R. Kuchenbecker
São Leopoldo, RS
Igreja Evangélica Luterana do Brasil
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
E-Mail: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
crscapixaba-admin
Admin

Masculino Pontos : 1051
Reputação : 0
Data de nascimento* : 17/06/1986
Data de inscrição : 16/03/2011
Idade : 31
Residência* Residência* : Jaraguá do Sul - SC

http://cristaoluterano.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum