Cristão Luterano
Bem-vindo Visitante!

IMPORTANTE! LEIA!

Faça seu cadastro e tenha liberdade para ler todos os tópicos do fórum Cristão Luterano. Aproveite o cadastro para conhecer e aprender.

_________________________
crscapixaba-admin
ADMINISTRADOR





Leia as CONDIÇÕES E REGRAS do Fórum:


Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» Jeremias 1.4-10
Ter Jan 29, 2013 5:23 pm por crscapixaba-admin

» Lucas 4.14-21
Ter Jan 29, 2013 5:15 pm por crscapixaba-admin

» 1 Coríntios 12.1-11
Ter Jan 29, 2013 5:12 pm por crscapixaba-admin

» Lucas 2.15-21
Ter Jan 29, 2013 4:58 pm por crscapixaba-admin

» Lucas 3.15-17, 21-22
Ter Jan 29, 2013 4:44 pm por crscapixaba-admin

» Sofonias 3.14-20
Sex Dez 14, 2012 9:26 am por crscapixaba-admin

» 1 Tessalonicenses 3.9-13
Qua Nov 28, 2012 9:32 am por crscapixaba-admin

» Marcos 13.1-8
Ter Nov 20, 2012 10:05 am por crscapixaba-admin

» 1 Reis 17.8-16
Sex Nov 09, 2012 4:02 pm por crscapixaba-admin

Tópicos mais ativos

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 16 em Sab Mar 30, 2013 10:02 am

Deuteronômio 4.1-8

Ir em baixo

Deuteronômio 4.1-8

Mensagem por crscapixaba-admin em Sex Ago 24, 2012 4:55 pm






Deuteronômio 4.1-8 – Nivaldo Schneider


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]







Tema: Quem pratica a palavra de Deus é sábio.

O ser humano quer conhecer, quer saber, quer crescer, quer
progredir. Ele quer ser sábio e, como tal, ele luta pela aquisição de
conhecimentos.

Há duas sabedorias distintas: a sabedoria humana e a sabedoria
divina. A primeira é do homem e é mutável como o homem. A outra é de
Deus e é imutável como Deus.

O saber humano tem seu valor reconhecido pelos homens e
termina na sepultura. A Sabedoria Divina é valorizada por Deus e
ultrapassa a sepultura, conduzindo à presença de Deus.

O versículo no texto de Deuteronômio 4.1-8 chama a nossa atenção:

Portanto, obedeçam fielmente a todas essas leis, e
assim os outros povos verão que vocês são sábios e inteligentes. Quando
ouvirem falar dessas leis, eles dirão: ‘Como é sábio e inteligente o
povo dessa grande nação’!


Portanto, esse texto nos oferece uma bela oportunidade para meditar sobre o tema:

Quem pratica a palavra de Deus é sábio.

O povo de Israel, libertado por Deus da escravidão no Egito,
caminhou 40 anos pelo deserto. Agora está às portas da terra que Deus
tinha prometido. Moisés lembra ao povo que ele deve manter-se fiel a
Deus, esse Deus que estabeleceu com ele uma aliança, lhe revelou seus
mandamentos e o conduziu desde o Monte Horebe até a entrada da Terra
Prometida.

Moisés incentiva os israelitas a não somente ouvir, mas a
guardar todos os mandamentos de Deus, tal como ele os revelou, e que
nada seja acrescentado ou diminuído deles. Se o povo de Deus ouvisse e
praticasse a palavra de Deus seria reconhecido pelos outros povos como
um povo sábio e feliz. O fato de o povo ter recebido os mandamentos das
mãos de Deus mostra como Deus agiu tão amorosamente com aquele povo, a
ponto de os outros povos reconhecerem que, em todo o mundo, não há nação
que tenha um Deus tão chegado a si como o povo de Israel. Portanto,
queremos meditar sobre o tema:

Quem pratica a palavra de Deus é sábio.

Quem é uma pessoa sábia? Aos olhos do mundo, uma pessoa sábia é
aquela que estudou muito, que é bem preparada intelectualmente, que
domina bem uma ou mais áreas do conhecimento humano. Tudo isso é muito
bom e proveitoso, mas não é tudo. Aos olhos de Deus, sábia é aquela
pessoa que ouve e pratica a sua palavra, sendo ela intelectualmente bem
preparada ou não.

Todos nós nos esforçamos muito para adquirir sabedoria e
conhecimento humanos. É uma exigência do mundo globalizado, competitivo,
do mercado de trabalho. Por isso, fazemos cursos, procuramos nos
aprofundar e prosseguir nos nossos estudos, empenhamo-nos ao máximo para
estarmos sempre atualizados. E isso a custo de muito tempo, dinheiro e
esforço. Tudo isso é muito bom. Mas, será que nos esforçamos da mesma
maneira para adquirir a Sabedoria que é de Deus e vem de Deus? Como se
adquire essa sabedoria?

O nosso texto responde: Adquirimos a Sabedoria de Deus ouvindo
atentamente a sua palavra, lendo, estudando, meditando e procurando
aprender, reter no coração as suas verdades e praticá-las. É claro que
isso também tem um custo: ter como prioridade aprender a Palavra de
Deus, dedicar tempo para ela, prestar atenção ao ensino da Palavra de
Deus, aproveitar as oportunidades e participar dos momentos nos quais
ela é ensinada. Por isso é importante que perguntemos: Estamos
interessados em aprender os ensinamentos de Deus? Estamos interessados
em praticar esses ensinamentos na nossa vida?

Nós vivemos numa época na qual tudo é considerado relativo,
afirmando-se que cada pessoa tem a sua verdade. Na leitura do Evangelho
de hoje, Jesus fala que os escribas e fariseus distorciam a lei de Deus e
ensinavam doutrinas de homens. Por isso, Moisés, em nosso texto, diz
que não devemos acrescentar nem diminuir nada à Palavra de Deus.

Isso nos alerta para não colocarmos ênfase em determinados
pecados e diminuir os outros. Por exemplo: quando achamos que adulterar
ou roubar é mais pecado do que caluniar ou mentir. Do mesmo modo é
péssima, falsa teologia colocar pecado onde Deus não colocou e dizer que
não é pecado aquilo que Deus disse que é pecado.

Se nós agimos assim, o que as pessoas à nossa volta pensarão?
Será que elas enxergarão coerência naquilo que cremos e praticamos? Será
que as pessoas à nossa volta conseguirão ver a ação de Deus na nossa
vida? Conseguirão ver que nos esforçamos para viver de acordo com a
vontade de Deus? Ou será que elas verão em nós o desprezo às coisas de
Deus, a falta de amor, a desonestidade, a calúnia, a mentira, a falta de
respeito, a imoralidade, a avareza e outras coisas mais que mostram que
estamos afastados de Deus, que não confiamos nele e não queremos
praticar a vontade de Deus, que não somos sábios aos olhos de Deus. Tudo
isso não só atrapalha o nosso testemunho, mas atrai sobre nós o
castigo, a ira de Deus e a condenação eterna.

O Deus que libertou o povo de Israel, o conduziu pelo deserto,
prometeu e deu uma terra para ele morar, é um Deus sábio. Ele
demonstrou essa Sabedoria de modo todo especial quando planejou e se
empenhou para salvar a humanidade, enviando o seu Filho Jesus Cristo ao
mundo.

A Bíblia fala de Jesus, dizendo que ele é a “Sabedoria de Deus”,
que em sua vida se dedicou a ouvir, ensinar e praticar a palavra de
Deus. E não apenas isso, mas deu a própria vida em favor de todos nós,
sofrendo e morrendo pregado na cruz. Quando Jesus sofreu e morreu, ele
carregou todos os nossos pecados e pagou integralmente por todos eles,
especialmente o nosso desprezo à Sabedoria que vem de Deus. Na sua
ressurreição gloriosa ele conquistou para todos nós o perdão dos
pecados, a reconciliação com Deus e uma nova vida, em que ele quer que
sejamos sábios, ouvindo e praticando a sua Palavra.

A Palavra de Deus é perfeita e completa, “ela esclarece e dá entendimento aos simples”
(Sl 119.130). Ela é viva e eficaz. Sabemos que a biblioteca universal é
muito grande. São milhões e milhões de livros que servem para a
formação do ser humano em toda a sabedoria e ciência deste mundo. A
biblioteca de Deus é pequena. É formada por só volume, a Bíblia Sagrada.
Entretanto, com as suas Sagradas Letras, é a biblioteca mais perfeita e
completa para a formação de sábios espirituais. É nessa biblioteca que
Deus nos dá os recursos para ficarmos firmes contra as ciladas do diabo e
vivermos uma vida sábia diante dele.

Depois de falar dos recursos que temos na palavra de Deus, o
apóstolo Paulo encerra esse texto pedindo que os cristãos de Éfeso orem
por ele para que Deus lhe dê a mensagem certa para ele falar com coragem
e tornar conhecido o evangelho (Ef 6.10-20). Para que isso aconteça,
Deus nos motiva a sempre reconhecermos o valor da sua Palavra, a nos
apegarmos a ela, a nos aprofundarmos no conhecimento desta palavra, para
conhecer o que é certo e o que é errado, para permanecermos firmes na
fé e para testemunhar, com a Sabedoria e Deus, o amor de Deus às
pessoas.

No Batismo, na Palavra e na Santa Ceia Deus nos torna sábios
para viver a vida cristã de acordo com a sua vontade e testemunhar, com
as nossas atitudes, o amor de Deus para todas as pessoas. Deus promete
nos perdoar quando falhamos. Ele promete nos ajudar a praticar a Palavra
de Deus ali onde ele nos colocou, com sabedoria, a Sabedoria que é dele
e vem dele.

Portanto, confiando que quem ouve e pratica a palavra de Deus é
sábio, vamos aproveitar as oportunidades de ouvir a Palavra de Deus e
vamos pedir que ele nos fortaleça para praticá-la. Amém!

Nivaldo Schneider
Vila Velha – ES – Brasil
Igreja Evangélica Luterana do Brasil
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

_________________
crscapixaba-admin
_______________________________________
Administrador do forúm cristao-lutereno
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
crscapixaba-admin
Admin

Masculino Pontos : 1051
Reputação : 0
Data de nascimento* : 17/06/1986
Data de inscrição : 16/03/2011
Idade : 32
Residência* Residência* : Jaraguá do Sul - SC

http://cristaoluterano.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum