Cristão Luterano
Bem-vindo Visitante!

IMPORTANTE! LEIA!

Faça seu cadastro e tenha liberdade para ler todos os tópicos do fórum Cristão Luterano. Aproveite o cadastro para conhecer e aprender.

_________________________
crscapixaba-admin
ADMINISTRADOR





Leia as CONDIÇÕES E REGRAS do Fórum:


Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» Jeremias 1.4-10
Ter Jan 29, 2013 5:23 pm por crscapixaba-admin

» Lucas 4.14-21
Ter Jan 29, 2013 5:15 pm por crscapixaba-admin

» 1 Coríntios 12.1-11
Ter Jan 29, 2013 5:12 pm por crscapixaba-admin

» Lucas 2.15-21
Ter Jan 29, 2013 4:58 pm por crscapixaba-admin

» Lucas 3.15-17, 21-22
Ter Jan 29, 2013 4:44 pm por crscapixaba-admin

» Sofonias 3.14-20
Sex Dez 14, 2012 9:26 am por crscapixaba-admin

» 1 Tessalonicenses 3.9-13
Qua Nov 28, 2012 9:32 am por crscapixaba-admin

» Marcos 13.1-8
Ter Nov 20, 2012 10:05 am por crscapixaba-admin

» 1 Reis 17.8-16
Sex Nov 09, 2012 4:02 pm por crscapixaba-admin

Tópicos mais ativos

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 16 em Sab Mar 30, 2013 10:02 am

Culto de Tomé - liturgia realizada na EST

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Culto de Tomé - liturgia realizada na EST

Mensagem por crscapixaba-admin em Qui Abr 26, 2012 6:33 pm

Culto
de Tomé

Realizado na Faculdades EST



22 de maio de 2006 (liturgia adaptada)


Vinde a mim, todos os que estais cansados e
sobrecarregados, e eu vos aliviarei.
(Mt 11.28)





Liturgia
de Entrada





Procissão


Hino (Alex convida)


C.Espírito Santo de Deus (HPD, 320)


Acolhida


L. “Vinde a mim todos que estais cansados e sobrecarregados e
eu vos aliviarei”.
Com estas palavras
acolhemos a todos e todas desejando-lhes uma boa noite e que sintam-se bem vindos/as
neste encontro com Deus.



Declaração trinitária


L. Nos reunimos em
nome do Deus Pai, Filho e Espírito. Amém.






Hino


C. Se confessarmos os nossos pecados (HPD,
409)






Convite às Estações (Vanderlei)


L.Vivemos em um mundo onde todos estão
carregando aflições, sofrimentos, inquietações, desespero...Diante desta
situação, Deus vem ao nosso encontro e nos convida através de Jesus Cristo.Esse culto caracteriza-se pelo
silêncio, pela introspecção, pela oportunidade de falarmos com Deus em oração e
reabastecer-nos através dessa comunhão. Para isso vamos tomar um tempo, sem
pressa, sem afobação.



Na seqüência,
oferecemos tempo para o silêncio, para ouvir o íntimo, para perceber a saudade
de Deus, para as dúvidas e as incertezas. Há tempo para os pensamentos e,
também, para os sentimentos. Há tempo, para escrevermos orações e intercessões,
tempo para orar, seja por si mesmo, por alguém, por uma causa específica, pelo
mundo. Há tempo para um diálogo pessoal, para receber uma bênção especial, para
acender velas e tempo para unção.



Temos cinco
estações diferentes na nossa capela. E cada qual tem agora a liberdade de
dirigir-se a elas.



A Estação das Intercessões
- Neste local, queremos, através da escrita, formular nossas orações pessoais
ou gerais. Cada um dirige-se à mesa, e se serve de caneta e das folhas, escreve
sua oração e, após dobra o papel e coloca-o no cesto, sob a mesa. As orações
não serão lidas, mas sim levadas a Deus, que tudo sabe, dobradas e fechadas. Na
oração final, e após o culto, elas serão incineradas.



A Estação da Oração pelo Mundo
- Neste local, queremos orar pelo mundo e acender uma vela - as quais estão a
nossa disposição nos cestos, e orar pelo mundo em geral.



A Estação das orações individuais
- Neste local também há à disposição, pedras e velas. A pedra simboliza as
nossas dificuldades, o que nos faz tropeçar, o que nos impede a passagem, ou
até aquilo que fecha o caminho. Ao mesmo tempo que pegarmos a pedra, vamos
pegar uma vela e acendê-la, lembrando que Jesus Cristo é a luz do mundo. E que
ele quer ser a luz do nosso caminho, e assim, com este pensamento, cada um faz
a sua oração pessoal.



A Estação da confissão de pecados.
Neste local, podemosachegar-nos e
colocar diante de Deus o que nos pesa, o nosso pecado, o que nos separa dele.
Após, a bacia com água nos convida a lavarmos nossas mãos e a secarmos com a
tolha, indicando o perdão de Deus.



A Estação da confissão e da
Intercessão Pessoal.

Neste local, dois oficiantes deste culto estarão à
disposição para pedidos de intercessão pessoal e confissão. Sentaremos um
defronte para o outro. A cadeira vazia convida você para tomar lugar e
conversar, expondo o seu pedido de intercessão ou sua confissão. Estas serão
guardadas em sigilo absoluto.



Convidamos vocês a
levantar e, espontaneamente, ir a qualquer uma das estações citadas
anteriormente, ou, se preferirem, podem ficar em seus lugares em silêncio,
meditando, orando. Venham, sintam-se à vontade para participarem deste momento
celebrativo e sintam o alívio oferecido pelo nosso Deus, concretizado em Jesus
Cristo, seu Filho Amado, nosso Senhor e Salvador. Amém.






Estações (na última estação
estarão Alex e Rodrigo)



Hino


C. Ó Pai, nós te pedimos (HPD, 459)


Unção (Alex e Sissi)


L. O Culto de Tomé
é a celebração do "Sim" de Deus. No batismo Deus disse
"Sim". Deus continua dizendo "Sim". Como é bom saber e
vivenciar este "Sim", pois geralmente ouvimos "Não".A unção
com óleo lembra que sobre a nossa vida está o grande "Sim" de Deus.






Nesta celebração,
com o sinal da cruz na testa, anuncia-se: "Receba este óleo como o sinal
do grande amor de Deus que renova-se hoje em tua vida". No Culto de Tomé
há o convite à unção. É um convite aberto. Sintam-se livres! Venham, pois,
receber este sinal! Ao aproximarem-se digam-nos o seu nome.



C. (procissão para receber a unção.)


Hino


C. Conta as bênçãos (HPD, 460)





Liturgia
da Palavra


Primeira leitura


L. Salmo 34.15-22





Aclamação do Evangelho


L. Convido a quem
puder a colocar-se de pé para aclamarmos o evangelho de nosso Senhor Jesus
Cristo.



Aclamação
do Evangelho: Lâmpada para os meus pés e luz para os meus caminhos é a tua
palavra, Senhor. Aleluia!



C. (canta) Aleluia, aleluia, aleluia.


Leitura: Mt 11.28-30


L.(ao final)Palavra do Senhor.


C. (canta) Louvado sejas, Cristo!


Mensagem (Marcelo)


Confissão de fé


L.Mediante a palavra aqui ouvida,
queremos agora confessar a nossa fé no Trino Deus com as palavras do Credo
Apostólico.






LITURGIA DA CEIA DO SENHOR




L.
(Rodrigo e Cirlene – convidar as pessoas a abrierem o Em Tua casa, na liturgia
6, à p. 32). Na sua ceia, o Senhor nos serve. Por isso, vamos preparar a mesa
da comunhão. Trazemos, pois o pão e o fruto da videira. Esses elementos, sinais
da generosidade de Deus, fruto do trabalho e de muitas mãos, são os meios que
Deus usa para ser presença real na comunhão de mesa.






L.
Como nas primeiras comunidades cristãs, somos convidados e convidadas a colocar
junto com esses elementos da ceia parte do que de Deus recebemos para que Ele
os use em favor dos necessitados. As ofertas de hoje estão destinadas (...).
Enquanto preparamos a mesa da Ceia do Senhor, e as ofertas são recolhidas,
cantamos “Tudo vem de ti, Senhor”.



C. (canta)Tudo vem de ti, Senhor.


E, do que é teu, te damos. Amém.


L.
O Senhor esteja convosco.



C. E contigo
também.



L.
Elevai os corações.



C.
Ao Senhor os elevamos.
L. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.
C. Isso é digno e justo.


Oração Eucarística


Prefácio


L.
Sim, é digno justo e de nosso dever que em todos os tempos e lugares rendamos
graças a ti, Deus eterno e todo-amoroso por Jesus Cristo, nosso Senhor. Por
isso, com toda a Igreja e os coros celestiais louvamos o teu glorioso nome, cantando
o sempiterno hino:






Sanctus


C. (canta): HPD II № 364


Santo, santo, santo, meu coração te
adora.



Meu
coração só sabe dizer: santo és, Senhor.



Narrativa
da instituição



L.O Senhor Jesus Cristo, antes de
entregar-se à morte, reuniu-se com os discípulos para a ceia pascal. E,
enquanto comiam, Jesus tomou o pão: e tendo dado graças, o partiu e deu aos
seus discípulos dizendo:



Isto
é o meu corpo, que é dado por vós; fazei isto em minha memória.



L.
Por semelhante modo, depois de haver ceado, tomou também o cálice, e tendo dado
graças, o deu aos discípulos dizendo:



Tomai
e bebei! Este é o cálice do meu sangue, o sangue da nova e eterna aliança.
Fazei isto toda as vezes que o beberdes em memória de mim.



L.
Portanto, todas as vezes que comerdes deste pão e beberdes deste cálice,
anunciais a morte do Senhor, por nós, até que ele venha.



C. (canta): Anunciamos, Senhor, a tua
morte e proclamamos tua ressurreição. Vem, Senhor Jesus!




Anamnese


L.Graças te damos, ó Deus, que vieste a
nós em Jesus, teu Filho. Ele andou no meio do teu povo. Deu atenção especial às
pessoas que se encontravam sobrecarregadas e oprimidas. Com elas sentou, as
ouviu e ensinou a orar, proclamando um novo tempo, de vida, justiça e descanso.






Epiclese


L.
Envia o teu Espírito Santo, o mesmo Espírito que o Teu Filho mandou aos seus
discípulos, para que ele faça de nós uma comunidade que vive a esperança e a
comunhão. Onde as pessoas encontrem conforto e alivio em suas dificuldades. E
que assim, nos tornemos, em Cristo, um só corpo que anuncia a esperança.






C.
(canta)
Envia Teu Espírito, Senhor. E renova a face da terra.






Mementos


L.Lembra-te, Senhor, das pessoas que
perseveraram na fé e hoje descansam em paz. Guia-nos com elas à festa da
alegria plena, preparada para teu povo, em tua presença, com teus profetas,
apóstolos e mártires, e todos que viveram na tua amizade. Unidos a eles e a
elas, proclamamos tua misericórdia e anunciamos o teu Reino, para o qual, em
Cristo, nos convidaste.






Doxologia


C. (canta) Por Cristo, com Cristo e em Cristo,
seja a ti, Pai Todo Poderoso, na unidade do Espírito Santo, toda honra e toda
glória, agora e para sempre. Amém, amém, amém.






Pai-nosso


L.
Na unidade em Cristo vamos unir as nossas mãos e orarmos com as palavras que ele
mesmo nos ensinou.



C. Pai nosso...


Gesto da paz


L.
Cristo acolheu em seus braços pessoas
cansadas e sobrecarregadas. Com nossos braços também acolhemos aqueles/as que
precisam de alivio. Com o gesto da paz expressamos esse acolhimento e desejamos
que a Paz de Jesus se instale entre nós, restaurando nossos relacionamentos. Saudemo-nos
uns aos outros com o gesto da paz, que pode ser um aperto de mão ou um abraço.



( música de fundo
para o abraço da paz)



Fração


L.O cálice pelo qual damos graças é a
comunhão do sangue de Cristo(eleva
o cálice).O pão que partimos é a
comunhão do corpo de Cristo (eleva o pão e o parte).



C. (canta) Nós, embora muitos, somos um só corpo.





Convite para a comunhão


L.Vinde, pois tudo já está preparado!
Quem convida é o próprio Cristo.



(Formaremos
um grande círculo).



Oração pós-comunhão


L. Te
agradecemos, querido e bondoso Deus por teres nos restaurado e nos dado alivio
e conforto através da ceia. Que possamos sair descansados na certeza de que tu
nos acolheste como membros de teu corpo. Por Cristo, teu Filho amado, nosso
Senhor.



C. Amém.


Hino HPD 463


C. Caminhamos pela luz de Deus





Liturgia
de Despedida


Procissão de saída





Oração final (Rodrigo e Marcelo)


L.(Oremos) Querido e bondoso Deus! No
término deste culto, queremos agradecer-te por nos teres chamado para este
encontro contigo e com os irmãos e as irmãs. Agradecemos-te, porque Tu és um
Deus misericordioso, compassivo e ouviste as nossas orações. Também as orações
deste cesto, ó Deus, toma-as para Ti e, se assim for a tua vontade, atende a
esses pedidos e súplicas. Permita que saiamos deste culto envolvidos por Teu
Santo Espírito para a concretização do serviço em favor do nosso próximo. Da
mesma forma, não permita que nos afastemos de Ti, mas que cheguemos,
humildemente, na Tua presença como teus verdadeiros filhos e tuas verdadeiras
filhas, confiando plenamente em Ti. Queiras tu acompanhar-nos de volta aos
nossos lares, protegendo-nos de todo o mal e perigo. Por amor a Jesus Cristo,
Teu Filho Unigênito, nosso Salvador.



C. Amém!





Incineração das orações pessoais (Alex)





Bênção (Marcelo)





Envio





Hino: (Miriã)


C. (canta) Dá-nos esperança e paz

_________________
crscapixaba-admin
_______________________________________
Administrador do forúm cristao-lutereno
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
crscapixaba-admin
Admin

Masculino Pontos : 1051
Reputação : 0
Data de nascimento* : 17/06/1986
Data de inscrição : 16/03/2011
Idade : 30
Residência* Residência* : Jaraguá do Sul - SC

http://cristaoluterano.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum