Cristão Luterano
Bem-vindo Visitante!

IMPORTANTE! LEIA!

Faça seu cadastro e tenha liberdade para ler todos os tópicos do fórum Cristão Luterano. Aproveite o cadastro para conhecer e aprender.

_________________________
crscapixaba-admin
ADMINISTRADOR





Leia as CONDIÇÕES E REGRAS do Fórum:


Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» Jeremias 1.4-10
Ter Jan 29, 2013 5:23 pm por crscapixaba-admin

» Lucas 4.14-21
Ter Jan 29, 2013 5:15 pm por crscapixaba-admin

» 1 Coríntios 12.1-11
Ter Jan 29, 2013 5:12 pm por crscapixaba-admin

» Lucas 2.15-21
Ter Jan 29, 2013 4:58 pm por crscapixaba-admin

» Lucas 3.15-17, 21-22
Ter Jan 29, 2013 4:44 pm por crscapixaba-admin

» Sofonias 3.14-20
Sex Dez 14, 2012 9:26 am por crscapixaba-admin

» 1 Tessalonicenses 3.9-13
Qua Nov 28, 2012 9:32 am por crscapixaba-admin

» Marcos 13.1-8
Ter Nov 20, 2012 10:05 am por crscapixaba-admin

» 1 Reis 17.8-16
Sex Nov 09, 2012 4:02 pm por crscapixaba-admin

Tópicos mais ativos

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 16 em Sab Mar 30, 2013 10:02 am

Atos 7.51-60 - Morte de Estevão - diácono

Ir em baixo

Atos 7.51-60 - Morte de Estevão - diácono

Mensagem por crscapixaba-admin em Qua Jun 15, 2011 1:42 pm








Atos 7.51-60



Edson Ronaldo Tressmann
4º Domingo da Páscoa, 13.04.2008


Qual é o poder da verdade? Libertar da mentira. O que pode acontecer com alguém que diz a verdade?

Com essa breve introdução quero convidar a vocês a refletirem comigo no tema: Abençoados com a presença de Deus testemunhamos a Deus. Como?

1 - Dizendo a verdade, doa a quem doer.

2 - Não desviando nosso olhar de Cristo.

Abençoados com a presença de Deus testemunhamos a Deus. Como?

1 - Dizendo a verdade, doa a quem doer.

Dizer a verdade. Na atualidade está sendo difícil saber quem fala a verdade. A verdade é escondida por muitos, muitos mesmo a conhecendo se calam, se escondem, ou camuflam a verdade.

Por quê? Porque como dizem: "a verdade dói." A verdade doeu nos judeus a quem Estevão disse: "Como vocês são teimosos! Como são duros de coração e surdos para ouvir a mensagem de Deus!..."

Estevão disse a verdade pura e clara para os judeus. Judeus que pregava a circuncisão, e Estevão os convida a circuncidar os ouvidos, o coração. Nós, teimosos, coração duro, você é quem para nos falar assim?

O discurso verdadeiro de Estevão foi duro demais para aqueles judeus. Estevão sabia que a verdade devia ser dita, doa a quem doer. A primeira reação dos judeus foi gritar e tapar os ouvidos, e depois o pegaram e lançaram fora da cidade. A verdade doeu.

O pai e a mãe vivem bem essa situação: quando estão falando alguma verdade que incomoda o filho ou a filha a reação deles é: "Ex: cantar lá, lá, lá, lá, com os ouvidos tapados." Os judeus fizeram isso, e para calar a voz da verdade, só havia uma solução, matar, apedrejar.

Deus age por meios estranhos, em cada situação ele vai além daquilo que nós conseguimos ver ou até imaginar. Nesse sentido é belo o testemunho de José que ao reencontrar seus irmãos lhes diz: "Vocês tentaram o mal contra mim, mas Deus o reverteu em bem, para conservar muita gente com vida" (Gn 50.20). Também o apóstolo Paulo "sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo seu propósito" (Rm 8.28). Também nessa situação, o apedrejamento de Estevão foi um testemunho importante para um jovem chamado Saulo.

O discurso de Estevão, onde ele interpretou a história de Moisés como espelho da história de Jesus, ele olhava para Moisés e falava de Moisés,mas ao mesmo tempo, olhava para Jesus e falava de Jesus.

Para Estevão condenar Jesus, era o mesmo que condenar Moisés. Acusou os judeus de cegueira e surdez diante da Palavra de Deus manifestada em Jesus, vv. 51-53. Paulo foi testemunha desse acontecimento, ele foi alvo do testemunho da verdade por parte de Estevão.

Estevão não se calou, falou veementemente a verdade, sabia que estava doendo nos judeus, mas não se calou. Mesmo quando o agarraram ele não calou, mas continuou testemunhando: "Senhor não o condenes por este pecado!" "Estou vendo o céu aberto, e o filho do homem, de pé, à direita de Deus!" Testemunho que incomodou os judeus. Por quê?

Não requeria o cumprimento da lei. E entre os observadores da lei, havia esse jovem zeloso, um jovem judeu praticante da lei. E podemos interpretar que diante do testemunho de Estevão algumas questões levaram Saulo a reflexão. É como se Estevão estivesse sussurrando no ouvido de Saulo: "Tudo o que você viveu até hoje já não é mais o caminho para levá-lo até a Deus. Eu recebo a salvação sem observar a lei."

Uma verdade que levou a morte. Deus que age com propósitos. Ele quer chamar os judeus a fé em Jesus, mas essa verdade incomoda. Mas, a palavra de Deus nunca volta vazia, qualquer testemunho produz fruto, o testemunho de Estevão não é diferente.

O testemunho abalou as estruturas, não da multidão inteira, mas a de um jovem chamado Saulo. Também com a morte de Estevão os cristãos passaram a ser perseguidos e se espelharam por todos os lados, anunciavam sobre Jesus, e assim a igreja se expandia.

A verdade dita por Estevão estava ferindo mais de mil anos de tradição, uma verdade, uma multidão, sobrou para um que falava a verdade, como diz Paulo em Gálatas 1.13-14 "Vocês ouviram falar de como eu costumava agir quando praticava a religião dos judeus. Sabem como eu perseguia sem dó nem piedade a igreja de Deus e fazia tudo para destruí-la. Quando praticava essa religião, eu estava mais adiantado do que a maioria dos meus antepassados" fez pois achava que estava agindo certo para com Deus defendendo as tradições paternas.

Na verdade, Paulo achava estar com sua consciência tranqüila perante Deus ao fazer tudo aquilo. (Ob: Se quiser destacar 1 Pe 1.19). Mas Deus em seu amor e misericórdia queria libertá-lo disso, bem como todos os judeus.

Verdade - Jesus disse: "Se permanecerem nas minhas Palavras, sois verdadeiramente meus discípulos; e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará" (Jo 8.32).

A verdade libertou Estevão, a verdade, levou Estevão a testemunhar com coragem, mesmo que a verdade o levasse a morte assim como levou.

A verdade libertou Paulo, que defendeu Jesus com unhas e dentes e o levou a testemunhar diante de todos até mesmo diante do Imperador.

A verdade libertou Lutero, e o levou a testemunhar diante de todos, mesmo que isso lhe custasse a vida. A verdade libertou a mim a você.

Jesus no evangelho de hoje diz: "As ovelhas reconhecem sua voz quando ele as chama pelo nome, e ele as leva para fora do curral. Quando todas estão do lado de fora, ele vai na frente delas, e elas o seguem porque conhecem a voz dele. Mas de jeito nenhum seguirão um estranho! Pelo contrário, elas fugirão, pois não conhecem a voz de estranhos" (Jo 10.3-4).

Sim! Permanecer na verdade, a verdade que nos liberta, Jesus é o nosso pastor, como diz Pedro, é o nosso Bispo, ele está na direção, conhece cada uma das suas ovelhas pelo nome. Ouvir a voz do Bom pastor.

Prestem atenção! Ouvir a voz do Bom Pastor não é vir ao culto para cumprir uma tradição, assim como Paulo, um fervoroso judeu fazia. É ouvir, é ingerir a palavra de Deus. Pois todos aqueles que se afastam dessa Palavra, todos aqueles que deixam de receber o corpo e o sangue de Cristo passam a andar por caminhos tortuosos.

Se afastar da verdade, é o que muitos fazem quando ouvem a verdade, é se afastar de Deus, de Jesus, e viver como uma ovelha desgarrada é andar pelos caminhos da vida sem rumo, sem direção.

A conseqüência: Drogas, violência, adultério, corrupção, etc. Mas será que entre os que estão na igreja não existe isso? Pode até ser, entre aqueles que só cumprem um ritual tradicional.

Mas entre aqueles que realmente ouvem a Palavra de Deus e a praticam, não é possível, pois a verdade nos liberta. Jesus mesmo disse: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida..." (Jo 14.6).

Jesus é o nosso salvador, aquele que veio transmitir a verdade, aquele que veio nos libertar do pai da mentira. Ele nos livrou, nos salvou, e nos deixou a grande verdade: somos salvos, pois Jesus "veio para que as ovelhas tenham vida, a vida completa." Eu tenho a vida completa, sou ovelha de Jesus, resgatado pela verdade e abençoado com a presença de Deus vou testemunhar a Deus dizendo e vivendo a verdade, doa a quem doer.

Abençoados com a presença de Deus testemunhamos a Deus. Como?

2 - Não desviando nosso olhar de Cristo.

"Estevão, cheio do Espírito Santo, fitou os olhos no céu..." Em meio ao ódio de seus inimigos, Estevão olhou com um olhar fixo para o céu e viu Jesus. O mesmo que ele tinha visto e testemunhado durante toda a sua vida. Jesus sempre esteve com ele, e agora, na hora mais difícil, na hora da morte, ou, na hora de violência extrema de seus inimigos, não é diferente, ele olha para Jesus e sabe que Jesus está com ele.

Ver a Jesus em todo o instante. Estevão vê o filho do homem, ou seja, aqui Estevão vê e fala porque sabe e reconhece perante todos que Jesus tem o poder, o domínio, que Ele é Senhor. Senhor da vida e na vida, Senhor vencedor da morte e doador da vida eterna.

Estevão ainda testemunha dizendo que Jesus está a direita de Deus. Reconhece perante seus inimigos que Jesus tem toda a honra, poder e domínio. Por duas vezes, em duas figuras de linguagem, "o filho do homem" e "a direita de Deus"

Estevão reconhece que Jesus é poderoso e tem todo o domínio. Estevão está dizendo a toda aquela multidão que Cristo não se retira, não abandona o mundo e os seus. Jesus foi ao céu para ser Senhor sobre todos, em nosso favor. Jesus é Senhor da história, das nossas vidas, das pequenas coisas que nos acontecem.

Na nossa vida constantemente precisamos reconhecer que Jesus está ao nosso lado, somos abençoados com a presença de Deus, e assim podemos testemunhar a Jesus não desviando nosso olhar de Cristo.

Em nossa caminhada aqui neste mundo, durante o carregar da nossa cruz é essencial olhar para Cristo, assim como diz Paulo em Hebreus (eu creio que é Paulo) "olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus, o qual, em trocada alegria que lhe estava proposta, suportou a cruz, não fazendo caso da ignomínia, e está assentado à destra do trono de Deus" (Hb 12.2).

Olhar para Jesus que nos dá a fé pelo batismo, pela Palavra, que alimenta nossa fé pela Palavra da verdade e pelo Corpo e Sangue. Olhar para Jesus durante a nossa vida, desviar nossos olhos de Jesus e afundar nos erros.

Certa vez Pedro pediu para caminhar por sobre as águas para ira te Jesus. Pedro quando estava indo reparou para a foca do vento, teve medo, e começou a afundar.

Queridos amigos, problemas, complicações, a vida não está fácil para ninguém, mas nós fomos resgatados pela verdade e viver na verdade não é fácil, testemunhar a verdade não é fácil, mas não desviemos nosso olhar de Cristo.

Olhemos firmemente para Jesus. Ele é nosso Senhor, "nenhum fio de cabelo da nossa cabeça cairá sem a permissão dele" e mesmo que alguém nos jogue pedra, assim como fizeram a Estevão, Deus estará no controle. Não desviemos nosso olhar de Jesus. Pois ele nunca desviou seu olhar da sua missão, foi até a cruz para morre por nós, para nos perdoar, nos salvar. Deus me abençoe e me guarde nessa fé.

Qual é o poder da verdade? Libertar da mentira, principalmente da mentira que nos leva a condenação. O que pode acontecer com alguém que diz a verdade?

Pode-se até ser apedrejado, mas estando Jesus no controle e nos abençoando com sua presença, nenhum mal eterno nos acontecerá. Testemunhemos a Deus dizendo a verdade doendo a quem doer e não desviemos nosso olhar de Jesus. Amém!



Edson Ronaldo Tressmann
Alto Parnaíba, MA ? Brasil
E-Mail: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
crscapixaba-admin
Admin

Masculino Pontos : 1051
Reputação : 0
Data de nascimento* : 17/06/1986
Data de inscrição : 16/03/2011
Idade : 32
Residência* Residência* : Jaraguá do Sul - SC

http://cristaoluterano.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum