Cristão Luterano
Bem-vindo Visitante!

IMPORTANTE! LEIA!

Faça seu cadastro e tenha liberdade para ler todos os tópicos do fórum Cristão Luterano. Aproveite o cadastro para conhecer e aprender.

_________________________
crscapixaba-admin
ADMINISTRADOR





Leia as CONDIÇÕES E REGRAS do Fórum:


Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» Jeremias 1.4-10
Ter Jan 29, 2013 6:23 pm por crscapixaba-admin

» Lucas 4.14-21
Ter Jan 29, 2013 6:15 pm por crscapixaba-admin

» 1 Coríntios 12.1-11
Ter Jan 29, 2013 6:12 pm por crscapixaba-admin

» Lucas 2.15-21
Ter Jan 29, 2013 5:58 pm por crscapixaba-admin

» Lucas 3.15-17, 21-22
Ter Jan 29, 2013 5:44 pm por crscapixaba-admin

» Sofonias 3.14-20
Sex Dez 14, 2012 10:26 am por crscapixaba-admin

» 1 Tessalonicenses 3.9-13
Qua Nov 28, 2012 10:32 am por crscapixaba-admin

» Marcos 13.1-8
Ter Nov 20, 2012 11:05 am por crscapixaba-admin

» 1 Reis 17.8-16
Sex Nov 09, 2012 5:02 pm por crscapixaba-admin

Tópicos mais ativos

Quem está conectado
2 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 2 Visitantes

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 16 em Sab Mar 30, 2013 10:02 am

João 20.19-29 - pregação - Tempo de páscoa

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

João 20.19-29 - pregação - Tempo de páscoa

Mensagem por crscapixaba-admin em Qua Abr 27, 2011 10:03 am








João 20:19-29, Werner Zischler



2º Domingo da Páscoa, 30.03.2008
Estimada comunidade, prezado amigo e prezada amiga no Senhor Jesus Cristo !

Você já se defrontou inesperadamente com uma porta fechada? Suponhamos que você volte para casa e encontra a porta trancada, ou vai a um lugar onde estava acostumado a entrar e sair, e de repente esta porta encontra-se trancada. Quais são os pensamentos que lhe surgem neste momento? Você vai se perguntar: O que aconteceu? Alguma coisa está errada! Será que eu fiz algo errado? Será que querem me isolar? Portas fechadas são sempre um sinal de isolamento, ou de medo. No texto que acabamos de ouvir, os discípulos de Jesus encontram-se num local trancado. Abalados pela crucificação e morte de seu mestre, eles tinham medo dos líderes judeus, temendo que estes também fossem persegui-los agora. Este receio é humanamente compreensível.

Hoje, como cristãos, somos nós os seguidores de Jesus. Acontece que muitos vivem igualmente atrás de portas fechadas, por medo, por comodismo, isolados na sua própria religiosidade. Resguardam-se do mundo e da sociedade que está ao seu redor, de um mundo hostil que não se interessa por Jesus - este Jesus que se sacrificou na cruz para a salvação de todos. Ora, não nos é permitido isolar-nos em nossas posições. Pois devemos, a este mundo, mesmo que ele mostre desinteresse, a mensagem do amor de Jesus e de seu perdão.

O texto diz que de repente Jesus aparece no meio daquele grupo atemorizado e naquele local trancado. Ao ouvirmos hoje a mensagem de Páscoa, Jesus se faz igualmente presente em nosso meio, nas igrejas e comunidades onde esta mensagem é pregada. Quer encontrar-se, não por último com você que crê na sua ressurreição. A igreja não é um clube de pessoas interessadas em falar sobre um homem chamado Jesus. Ela é, isto sim, um corpo onde as pessoas falam com Ele e contam com Ele no seu dia a dia, divulgando o evangelho.

Simbolicamente a aparição de Jesus, de que nos fala o texto da prédica, acontece no primeiro dia da semana, portanto no domingo. Assim acontece também na sua segunda visita. Desde então os cristãos reuniam-se para seus cultos e reuniões de oração, aos domingos, relembrando que Jesus ressuscitou no primeiro dia da semana, dia depois do sábado dos judeus. Jesus saúda seus discípulos com as palavras : ¨Que a paz esteja com vocês!¨ Com esta saudação ele tira todo o receio de seus amigos. Eles ainda se sentem envergonhados de o terem abandonado na hora mais difícil. Mas com a saudação da paz, Ele lhes transmite seu perdão sua reconciliação.

A seguir Jesus passa a dar-lhes uma tarefa: ¨Assim como o Pai me enviou, assim envio vocês.¨ Portanto os que são enviados tem a autorização do mestre. Assim como Jesus seguia sempre as ordens do Pai, assim os enviados por Jesus, não agem por vontade própria, mas sim em nome de Jesus. A mensagem que devem divulgar consiste em falar do amor de Deus que destrói as obras do diabo (1.João 3.8). Para que seus seguidores possam exercer suas ordens, Jesus sopra sobre eles e lhes diz: ¨Recebam o Espírito Santo. Se vocês perdoarem os pecados de alguém, esses pecados são perdoados; mas se não perdoarem, eles não são perdoados.¨

Esta tarefa delegada aos seguidores não é fácil. Por isto é necessário o auxilio do Espírito Santo. O texto fala expressamente do perdão dos pecados. Sem dúvida recebemos o perdão de Deus na absolvição pronunciada nos cultos regulares. Também recebemos seu perdão ao participarmos da Santa Ceia. Mas há momentos especiais na nossa vida, nos quais nos sentimos angustiados e precisamos de uma confirmação especial de que Deus nos perdoa e tem um grande carinho por nós. Nestes casos, os mensageiros de Jesus têm a autorização de transmitir a absolvição bem pessoalmente.

Na primeira visita de Jesus aos seus seguidores, Tomé não esteve presente. Ao voltar ao grupo, os outros lhe contam o que ocorreu. Tomé, porém não acredita no relato deles e diz: ¨Se eu não vir o sinal dos pregos nas mãos dele e não tocar ali com os meus dedos e não puser a mão no lado dele, não vou crer.¨ Tomé é daquelas pessoas que não crêem só porque os outros disseram. Ele quer convencer-se pessoalmente. Por isto quer que Jesus se apresente a ele, do mesmo modo como Ele se apresentou aos outros dez, mostrando o sinal dos pregos nas mãos e também o seu lado. Mas ele tem de esperar uma semana. De modo semelhante, outras pessoas têm de esperar. Devem ficar naquela insegurança, na incerteza, na dúvida, por muito tempo. Pois ter fé não é algo que se consegue por próprio esforço. Se assim fosse, conseguiríamos tê-la em pouco tempo. É um presente de Deus que nos é concedido pelo Espírito Santo.

Uma semana depois Jesus aparece outra vez, e desta vez também a Tomé. Novamente ele vem através de portas fechadas, como aquele que não é mais deste mundo Ele atravessa todos os empecilhos e todas as barricadas construídas pelos seres humanos. Qual a reação de Tomé? Ele exclama: ¨Meu Senhor e meu Deus!¨ Isto é uma exaltação, é um reconhecimento sincero de sua fé em Jesus como Filho de Deus. Chama atenção, que Tomé usa duas vezes a palavra ¨meu¨. Com isto, ele reconhece que Jesus o aceitou integralmente, apesar de todas as suas fraquezas.

Nos relatos bíblicos após a ressurreição vemos que Jesus se dedica bem pessoalmente a certas pessoas. No dia de sua ressurreição Ele se encontra com Maria Madalena e lhe dá a incumbência de dizer ao outros que Ele está vivo. No Mar de Tiberíades, onde os discípulos foram pescar Ele se dirige especialmente a Pedro, dando-lhe a ordem de apascentar as suas ovelhas. Aqui, neste texto, Ele fala com Tomé, dizendo: ¨Você creu, porque me viu, felizes são os que não viram, mas assim mesmo creram¨.

Prezada comunidade, prezado amigo e prezada amiga em Cristo. O relato do evangelista João sobre estas duas visitas de Jesus aos seus discípulos é testemunho que Jesus vive. Por isto, assim como Ele estava presente naqueles dias, também se faz presente hoje. Ele continua vivo em nossas igrejas, em nossos lares, em nossas vidas. Ele vai ao nosso encontro, assim como foi ao encontro de Tomé. Se também você tiver suas dúvidas, creia que Ele pode transpassar as portas que nosso raciocínio constrói para barrar Sua aproximação. Ele chega e bate, mas não força. Antes continua solicitando que você o deixe entrar para poder ser seu amigo, seu irmão, seu Senhor, seu Salvador. Queira Deus que também você o receba, assim como Tomé, exclamando: ¨Meu Senhor e meu Deus!¨



P. em. Werner Zischler
Curitiba, PR
Brasilien





crscapixaba-admin
Admin

Masculino Pontos: 1051
Reputação: 0
Data de nascimento*: 17/06/1986
Data de inscrição: 16/03/2011
Idade: 27
Residência* Residência*: Jaraguá do Sul - SC

http://cristaoluterano.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum